Como Cultivar Cactos

0

Cuidar de Cactos é muito fácil. Existem duas variedades de cactos como plantas de interior, e ambos são populares e facilmente reconhecidos:

  1. Os cactos do deserto são os cactos “tradicionais”, geralmente coberto por espinhos ou pêlos e muitas vezes crescem com forma cilíndrica, bolas ou obeliscos.
  2. Os cactos de floresta crescem em áreas arborizadas, variando de florestas temperadas a regiões subtropicais e tropicais. Os cactos da floresta mais conhecidos podem ser os cactos da Páscoa.

Ambos os cactos do deserto e da floresta possuem belas flores, mas têm hábitos de crescimento muito diferentes.

cactus do deserto e cactus da floresta

Os Cactos do Deserto

Quando penso em cactos, costumo pensar nos cactos do deserto. Estas plantas não são nada amigáveis – pegue um cacto do deserto sem prestar atenção e você terá uma surpresa bem desagradável. Mas eles têm uma beleza única e estranha, e alguns dos cactos do deserto apresentam as flores mais bonitas do reino vegetal. Nunca pensei que um deserto pudesse ser tão maravilhoso quanto eu vi uma  floração do deserto. É realmente muito bonito.

cactos florescendo

Cultivar os cactos do deserto não é nada difícil – estas são as plantas mais resistente de todas as plantas de interior. Mas é necessário estabelecer algumas regras básicas bastante simples. Há dezenas de tipos de cactos do deserto no mercado hoje – em sua maior parte, as regras que regem seu cultivo são as mesmas. Algumas espécies de cactos florescerão após 3 ou 4 anos de cultivo. Outros vão demorar mais tempo, ou nunca vão florescer dentro de casa. Como regra geral, siga estas dicas para ter sucesso  no cultivo dos cactos do deserto:

Como cuidar dos cactos do deserto

    • Luz: luz forte é essencial para ter cactos saudáveis, especialmente no inverno. Algumas espécies podem queimar-se no sol direto do verão se não tiverem sido acostumadas pouco a pouco com esse clima.
    • Temperatura: durante o período de crescimento ativo, os cactos preferem temperaturas quentes e secas, variando de 20ºC a mais de 30ºC. No inverno, as plantas preferem um clima mais frio, de 12ºC para baixo. Em seus habitats do deserto, muitos cactos estão acostumados a noites muito quentes. No entanto, proteja-os de correntes muito frias no inverno.
    • Água: na primavera e no verão, quando a planta está crescendo ativamente e florescendo ou ambas, regar somente quando o composto comece a secar e durante estas regadas, certifique-se de que a planta esteja completamente regada. Durante o período de repouso de inverno, pare de regar completamente e somente dê água se o cactos começar a murchar.
  • Terra para plantar e transplantar: use um terra especial para cactos que tem drenagem rápida. Caso não tenha essa terra  ou não encontre para comprar é só improvisar e adicionar agentes inorgânicos como a perlita , numa terra normal, para aumentar a drenagem e a aeração.Os cactos são plantas de crescimento lento e raramente precisam ser transplantados. Além disso, lembre-se de que muitas espécies de cactos florescerão melhor quando estiverem em vasos mais justos… apertados.
  • Fertilizante: use um fertilizante especial para cactos durante o período de crescimento. Alguns produtores têm resultados ruins com fertilizantes padrão, por isso provavelmente vale a pena procurar um fertilizante especial para cactos.
  • Problemas comuns: o erro mais comum com cactos do deserto é a rega excessiva no inverno, o que causará podridão na base da planta ou nas extremidades das áreas em crescimento. Se a podridão for avançada, pode ser necessário iniciar uma nova planta a partir de estacas ou descartar a planta inteira. Os cactos também são suscetíveis às pragas, incluindo cochonilha e ácaros.

Os Cactos da Floresta

Os cactos da floresta crescem em regiões tropicais e subtropicais em todo o mundo. Muitas vezes elas trepam em  plantas epífitas que se agarram às árvores. O mais famoso entre eles é o cactos da páscoa, que é nativo do Brasil. Hoje, os cactos da Páscoa estão disponíveis com flores em vermelho, rosa, roxo e até amarelo. Eles ficam super lindos em cestos para plantas suspensas.

cesto pendurado com cactos da floresta florescendo

Como cuidar dos cactos da Floresta

Luz: estas plantas gostam de luz brilhante mas não direta.  Coloque-os para fora da casa durante o verão (veja as dicas de floração abaixo).

Temperatura: durante o período de crescimento, eles têm uma ampla gama, de 12ºC a 20ºC. Durante o período de descanso, é essencial uma temperatura fria de 12 ° C.

Água: regar como qualquer outra planta de interior  normal durante os meses de verão e quando os botões começam a aparecer. Durante o período de repouso, somente regue quando o solo estiver seco ao toque.


Composto para plantar e transplantar: use um composto regular. transplante no início do período de crescimento.

Fertilizante: Fertilizar durante a estação de crescimento com um adubo padrão.

Dicas da floração do cactos da Páscoa: Para conseguir múltiplas florações do cactos da Páscoa é necessário fazer um bom planejamento. Além de induzi-la á dormência,  deve diminuir a quantidade de rega. Veja aqui detalhes completo de como fazer que  cactos de Páscoa floresça mais vezes durante o ano.

Problemas comuns: como as suculentas e o cactos do deserto, estas plantas não  se deve regar muito durante o período de repouso. Muita água vai fazer as raízes apodrecerem. Uma podridão de raízes avançada só pode ser tratada fazendo novas estacas e começando de novo. Felizmente, essas plantas são muito fáceis de enraizar através de estacas. Veja aqui como fazer uma estaca de cactos da Páscoa com sucesso. 

Outro problema comum é a falta de floração  que geralmente é causada por um período de repouso inadequado e por não levar a planta para fora da casa durante os meses de verão ou ambos.

Quer saber mais sobre o cactos da Páscoa ?? Veja aqui como plantar e os cuidados que deve ter com os cactos da Páscoa.

GuardarGuardarGuardarGuardar

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário