Plantas fazendo parte da decoração da casa

0

A utilização de plantas na decoração cria ambientes mais acolhedores e aconchegantes, mesmo em pequenos espaços, transmitindo uma sensação de bem estar, e garantindo uma presença natural na sua casa ou apartamento, mesmo que pequena. Elas purificam o ambiente, amenizam a poluição e diminuem a temperatura dos locais onde se encontram, por isso é uma idéia inteligente cultivá-las dentro de casa.

A escolha adequada dos tipos de plantas é influenciada pelo local onde elas serão colocadas, iluminação disponível, dinheiro investido e tempo que a pessoa poderá dispensar para cuidar dessas flores.

Atualmente, uma das soluções mais utilizadas para quem tem ambientes pequenos são os jardins verticais, que são instalados em alguma das paredes da casa. Por serem verticais, o espaço necessário para sua instalação é reduzido.

parede inteira com plantas

foto: via

A última inovação nessa área é o painel vegetal modular. Ele é fabricado em estrutura de aço, pintado com tinta automotiva, abrigando uma esteira de fibra de coco e vasos de polietileno. Um painel de 80 x 80 cm custa em média, R$ 590,00, podendo ser instalado em qualquer parede de uma residência ou escritório. O sistema conta com irrigação automática e reaproveitamento da água não aproveitada pelas plantas. Ele permite o plantio tanto de flores, como begônias e bromélias, e também o cultivo de hortaliças.

Diferentes técnicas de jardins verticais

Existem muitas outras técnicas para a execução de jardins verticais:

Blocos Pré-Moldados

O método de bloco pré-moldado foi criado pela empresa Neo Rex. Eles existem em dois modelos: bloco de concreto fundido, com jardineiras contínuas, e o bloco de concreto socado, com jardineiras em zigue-zague.

Wall Green

O sistema Wall Green é vendido em kits, que deve ser montado por um sistema de encaixe e forma uma estrutura com capacidade para receber 18 plantas. O sistema modular é do tipo faça você mesmo, e você pode compor jardins verticais ou horizontais, da maneira que preferir. A estrutura é de plástico injetado e pode ser fixada em diferentes tipos de superfícies. O vaso e o sistema de regas precisam ser adquiridos separadamente.

Green Wall Ceramic

A técnica da empresa Green Wall Ceramic utiliza blocos cerâmicos que podem ser fixados em paredes em muros utilizando argamassa. É necessário descascar a pintura da parede para que o bloco seja fixado mais facilmente. Após a instalação é necessário impermeabilizar o painel com produtos atóxicos, como os utilizados em reservatórios de água, para não prejudicar as plantas. As jardineiras podem ser pintadas ou receberem outro tipo de acabamento. Para painéis grandes, é necessário instalar um sistema profissional de irrigação por gotejamento.

Treliças e Vasos

Para construir este jardim vertical é necessário primeiramente chumbar uma treliça metálica à parede ou muro. Depois disso é só pendurar vasos meia lua à treliça. A treliça metálica precisa ser tratada para resistir às intempéries. Se o jardim for grande e alto, será preciso investir em um sistema de irrigação. Também pode ser utilizada a tela de alambrado, que já vem pronta e tratada, para utilizar este método.

parede com vasos pendurados em treliças

Garrafas PET

Este método, reutiliza garrafas plásticas para compor um lindo jardim vertical. A sugestão é ideal para casas que não têm grandes áreas para jardins. Além disso, se torna também uma solução para os resíduos, que deixam de ser descartados e ganham uma utilidade diferente da original. As garrafas ficam suspensas, amarradas em cordas de varais.

Vasos Meia Lua

Este sistema é ideal para decorar pequenos espaços. “A distribuição dos vasos depende do estilo e do gosto particular” explica a ceramista Vanisa Cury Revista Natureza. Utilizar vasos do mesmo material é uma boa solução para garantir a harmonia do jardim vertical, porém não existem regras.

Fibra de Coco

Esta técnica é perfeita para espaços pequenos como varandas e apartamentos. Por ser confeccionada por um material natural, parte dela pode ficar aparente, sem prejudicar o visual. Deve-se impermeabilizar a parede que vai receber o painel antes. O painel de fibra de coco pode ser parafusado na estrutura.

painel de parede de fibra de coco

Quadro Vivo

Os quadros verdes foram desenvolvidos pela paisagista Gica Mesiara. É só escolher um local iluminado na casa e trazer o verde para dentro. O quadro é fixado com parafusos e buchas. A estrutura é vedada para evitar vazamentos e umidade, o sistema de rega pode ser computadorizado ou manual.

Pequenas ideias com lindos resultados

Vasos também podem ser utilizados para aproveitar os pequenos espaços dos apartamentos atuais. Em qualquer canto, você consegue colocar um: pode ser sobre um rack, um armário, uma cômoda, uma escrivaninha.

Independente do local, as plantas geralmente escolhidas são provenientes de florestas tropicais ou subtropicais, já que estão acostumadas com as sombras das grandes árvores. As mais comuns são as samambaias, palmeiras, antúrios, espadas de são jorge, orquídeas, imbés e dracenas.

Além delas, você também pode ter uma pequena horta, com as especiarias mais comuns, como cebolinha, hortelã, manjericão, salsa, pimenta e tomates.

vasinho de ervas na rede da cozinha

Não existe dimensão mínima para se utilizar plantas dentro de casa. Os jardins verticais ocupam de 25 a 30 cm de largura, enquanto os vasos podem ser colocados em qualquer lugar que eles caibam.

Nas janelas e varandas, você pode utilizar vasinhos de amor-perfeito e de violetas. Essas flores gostam de ambientes bem iluminados, e os vasinhos ocupam muito pouco espaço.




As orquídeas são muito belas, e podem ser colocadas em locais de destaque, como a sala. Porém, são plantas extremamente sensíveis, que demandam muitos cuidados. Precisam de um ambiente muito bem iluminado, e temperaturas máximas de até 20°C. Acima disso, devem ser pulverizadas com água diariamente. Também se deve evitar outras plantas por perto, já que elas são facilmente contamináveis com parasitas.

orquídeas diante da janela

Os gerânios, iúcas, cóleos e fícus se adaptam muito bem a ambientes muito iluminados e com espelhos, que refletem a luminosidade.

Para criar divisórias e favorecer a luminosidade no ambiente, o ideal é usar plantas de grande porte e com folhas pequenas, como o bambu e a dracena.

vasos com dracenas na sala

Foto: via

Para realçar estantes, prateleiras e móveis coloque nos cantos e beiradas, plantas choronas como samambaias, filodendro roxo ou jiboias.

Decore as escadas colocando em cada degrau vasos com plantas pequenas, mas de grande destaque. Os bonsais e os cactos são boas opções.

plantas decorando nos degraus da escada

A palmeira-bambu, bico de papagaio e dracena-tronco são exemplos de grande porte e por isso, se destacam bastante na decoração com plantas, principalmente se forem colocadas na sala.

Sempre que possível, consulte um profissional a respeito dos tipos de planta mais adequados e que sobrevivem melhor ao clima da região que você mora.

Caso você não tenha tempo para cuidar das plantas, uma dica válida pelo aspecto decorativo, mas nem tanto pelo lado funcional e melhorador da qualidade de vida, é o uso de plantas e flores artificiais. Você pode fazer uso delas do mesmo jeito que de plantas naturais, porém com bem menos tempo dispensado a manutenção. Basta mantê-las limpas, para que mantenham sua coloração e durem por mais tempo. Com a tecnologia, as plantas artificias ficam tão parecidas com as reais, que em alguns casos, você só nota a diferença quando as toca.

Share.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.