Fermento para fertilizar as plantas

0

Se você quer uma floração rápida e uma boa folhagem em suas plantas, este é um fertilizante natural que você está buscando

Todos os tipos de plantas, de  interiorou exterior,  precisam ser alimentadas de tempos em tempos. É muito importante fazê-lo no período de crescimento e na época de floração da  planta

Hoje usamos o fermento na produção de muitos produtos, muitos deles com o consumo tão comum como o pão e a cerveja. No entanto, apesar do grande uso que damos a ele, o fermento ainda é em parte uma grande incógnita.

O fermento comum vai incentivar  e acelerar o crescimento e a floração até mesmo nas plantas mais fracas.

Você vai precisar para fazer esse Fertilizante para plantas 

  • 10 gramas de fermento fresco  ( tabletinho de supermercado)
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1 litro de água morna

Assim que faz  

1- tirar o fermento da embalagem e separar 10 gramas. O tablete inteiro pesa 25 gramas, então 10 gramas é um pouco menos que a metade .

2- Colocar a água para amornar.  Atenção que é por muito pouco tempo. O fermento não vai funcionar numa  água com mais de 40º de temperatura. Portanto é so colocar no fogo e com o dedo sentir que a água já está morna. Quando a água alcançar essa pouca temperatura, retire água do fogo.

3- Para dissolver o fermento o mais fácil é pegar somente um pouco desta  agua morna colocar num recipiente pequeno e aí sim dissolver o fermento nesta pequena quantidade de água.

4- adicione o açúcar e mexa bem. Mexer até dissolver completamente o fermento e o açucar.

5 – Colocar essa mistura no resto de água morna  e colocar na garrafa de 1 litro.

 Como usar:

Esse 1 litro de fermento com água morna é um concentrado que teremos que diluir quando for usar. Diluir esse litro em 5 litros de água

Aplicação

Regar as plantas com esse fertilizante 1 vez por mês durante o período de inverno, 1 vez a cada 10 dias na primavera e no verão.

 Como guardar e como conservar

Esse fertilizante elaborado com fermento não se pode armazenar. É fazer e usar.  O fermento em contato com a água começa num processo de fermentação que, se guardar, vai perder suas propriedades com o tempo. Portanto faça sempre a medida que você acha que vai precisar.

 Porque o fermento é bom para as plantas?



Sabia que o feremento é um microrganismo e não um ser inerte?

As leveduras não são derivadas de outros produtos biológicos ou de um ingrediente mineral: as leveduras são geralmente fungos microscópicos unicelulares. Embora o aparecimento de fungos em nossos produtos alimentares geralmente nos faz pensar que não é bom, não é o caso com levedura, que têm sido usada de forma controlada a milhares de anos.

Alimentando  as plantas com fermento, a proliferação  de microorganismo no solo aumenta o teor de dióxido de carbono de macro e microelementos, o que é especialmente benéfico para o sistema radicular da planta e, portanto, de sua forma externa.

A levedura ou fermento é tão importante e útil para nós por sua capacidade de realizar a quebra de açúcares e carboidratos em um processo conhecido como fermentação. Existem dois tipos de fermentações e nelas a mudança de subprodutos resultante.

Fermentação alcoólica, que ocorre apenas em condições anaeróbicas, ou seja, na ausência de oxigênio, a levadura divide açúcares em ATP, que é a energia que precisa, além de CO2 e álcool como produtos residuais.

A fermentação láctica, que também é dada de forma anaerobica, lactato é produzido como um produto de resíduo e menos energia é alcançada. Este produto às vezes é dado como uma das últimas formas de obter energia no tecido muscular e também é o habitual na produção de muitos derivados de laticínios. Por exemplo, quando a levedura causa fermentação alcoólica, por exemplo, massa de pão, o CO2 forma bolhas de gás que fazem a massa ganhar tamanho, um processo que também é auxiliado pelo álcool produzido, que evapora.

Levedura natural: É a chamada ” massa mãe” comumente utilizada na produção de pão artesanal. Ela é deixada em repouso ao lado de um pedaço de massa de pão, no qual ela cresce e se desenvolve, antes de adicioná-la ao resto.

Levedura fresca e  prensada: É chamada de levedura fresca principalmente porque sua preservação deve ser feita em um ambiente frio entre 4oC e 6oC. Ele vem em blocos massa prensada e é feito de um fungo unicelular. Antes de usar, diluí-lo com água morna para uso adequado.


Veja o vídeo deste artigo

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.