5 erros que você comete ao cuidar das suculentas (e como cultivá-las corretamente)

0

É indiscutível que  aquela parede de suculentas que você viu na última  revista de arquitetura é indiscutivelmente maravilhosa!  Além disso, elas são a grande tendência floral de casamentos hoje em dia. Mas por algum motivo, apesar dos seus melhores esforços, seu Jade está começando a cair folhas e aquele sedum que você tem regado com todo carinho do mundo começa a murchar e enrugar.

Veja AQUI 10 Dicas que você precisa saber para cuidar de suculentas 

O velho ditado de que suculentas são fáceis de cultivar é, na verdade, ficção. Claro, pode ser fácil, mas requer um pouco de ajuste mental…

…Entre na mentalidade do deserto. Imagine o sol implacável, as descargas de ventos fortes e as mudanças de temperatura que caracterizam os dias do deserto-com tudo isso que as suculentas aguentam no clima do deserto você pode ter um pouco mais de sorte.

Aqui deixo cinco dos erros mais comuns que os novatos “suculenteiros” estão fazendo, e como fazer com que essas beldades prosperem.

1.  Colocar em uma área mal iluminada

A luz natural do habitat nativo destas plantas é talvez a variável ambiental mais difícil de se imitar dentro de casa. Para plantas comuns de interior, fica tudo mais fácil.  Muitas são nativas das selvas tropicais e acostumadas com os períodos variáveis de sombra e sol que acontecem em sua casa. Afinal, é isso que acontece naturalmente quando o sol se move sobre a floresta.

Mas se você colocar uma planta que está acostumada a passar um total de 12 horas num sol escaldante parada e olhando para o leste você está pedindo para fracassar.

Solução:  Escolha a janela da sua casa voltada para o sul mais ensolarada possível, e se todas as janelas estiverem voltadas para outro lado, escolha uma suculenta mais complacente, como aloe, ou então jogue a toalha e opte por um pothos que é muito mais resistente.

Veja AQUI  6 Vegetais que crescem bem em sombra – Perfeito para sua Varanda 

2. Não molhar o suficiente

O Deserto de Chihuahua recebe um pouco mais de 250ml  de chuva por ano – uma gota no balde comparando com as paisagens verdejantes que a maioria de nós recebemos.

No deserto, no entanto, quando chove, chove mesmo!!

Solução: Para fazer o seu morador do deserto feliz, tente imitar os padrões de chuva nativos do seu habitat natural. Não regue seus cactos com um fio de água.  Abra as torneiras e solte um dilúvio.

Todas as suculentas (e todas as plantas) se beneficiam de uma imersão completa, até que a água saia do fundo do  vaso. Para suculentas, espere até que o solo esteja seco para regar novamente.

regar suculentas

3. Usar uma terra padrão para vasos

A maioria das plantas em vasos vem com uma mistura de terra padrão que funciona para quase todo tipo de planta, de samambaias a figos.

O problema: As suculentas foram “projetadas” para resistir a um dos ambientes mais extremos do planeta Terra. Com isso, terra comum, standard para todas as plantas …não vai funcionar.

Solução: A partir do momento que você tenha sua Suculenta em casa, mude a terra para uma mistura específica para suculentas e cactos.  Caso não encontre esse tipo de solo, é só combinar metade da terra para vasos com algo inorgânico como perlita. Esta terra super drenante  com baixo teor de nutrientes funcionará para a maioria das plantas suculentas, estejam elas acostumadas a prosperar nos Andes altos e secos ou nas terras baixas do Vale da Morte.



4.  Amontoar todas juntas

Suculentas tendem a vir embaladas em pequenos potes adoráveis, todas amontoadas juntas agarradinhas uma nas outras. Não há muitas plantas que gostem desse tipo de arranjo, inclusive as suculentas. A superlotação é uma das melhores maneiras de incentivar infestações por fungos e insetos.

A segunda questão é que, embora suculentas se dão muito bem em lugares escassos, elas ainda precisam de comida e água. Concorrência demais significa que eles provavelmente vão entrar em carência.

Solução : Se suas suculentas chegaram em um arranjo lotado, retire-as com cuidado e dê a elas suas próprias mini-dunas do deserto.

varias suculentas

5. Cultivando Variedades Impraticáveis

Eu sei que é muito difícil resistir a criar saguaros dentro de casa, mas por favor NÃO. Algumas plantas selvagens simplesmente não devem ser domadas, não importa o quão bonitas sejam suas flores ou sedutoras formas. Em vez disso, fique com os “bolinhos durinhos” que aceitarão alegremente o peitoril da janela como seu lar doce lar.

Crassula é uma boa espécie para cultivar se você estiver com a intenção de deixar dentro de casa.  Como é a Sansevieria (também conhecida como espada de São Jorge). Os cactos da Mammillaria (que possui uma “pelagem”  lanoso) é outra boa escolha se você estiver procurando por uma planta espinhosa.

Veja AQUI 6 suculentas de interiores fáceis de plantar 

Share.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.