MOSCA BRANCA como eliminar e controlar esta praga

0

Esta praga tem sido uma das principais dores de cabeça nas culturas hortícolas, não apenas por causa dos danos diretos que causa, mas também serviu como vetor para a propagação de doenças.

É uma das espécies de Aleirodídeos que representa um sério problema econômico em todo o mundo. No final do século XX, tornou-se uma das principais pragas de culturas hortícolas e ornamentais, em zonas temperadas em todo o mundo.

Nos últimos anos, tornou-se uma praga de grande importância econômica, especialmente em culturas hortícolas protegidas.

Culturas afetadas

Berinjela, abobrinha, feijão, melão, pepino, pimenta, melancia e tomate.

Ovo

É elíptico e assimétrico, com coloração amarela esverdeada. Termina em uma extensão chamada pedicel, pela qual é fixada na folha em posição vertical. Mede cerca de 0,2 mm de comprimento por 0,1 mm de largura.

Larva na primeira etapa

A larva é branca esverdeada. Possui formato elíptico, ventralmente plano e dorsalmente convexo. Possui antenas e pernas funcionais; no entanto, não é muito móvel, geralmente se instala próximo ao local da postura. Uma vez fixado, ocorre uma transformação, tornando-se uma larva de segundo estágio, momento em que as antenas e as pernas degeneram. Mede cerca de 0,3 mm de comprimento.

mosca branca

Larva na 2ª e na 3ª fase

A larva se imobiliza .Eles começam a manifestar as ondulações que serão mais visíveis no último estagio larval. À medida que o desenvolvimento avança, aumentam em espessura e tamanho, enquanto a cor se torna mais opaca. No final do desenvolvimento, eles podem atingir 0,7 mm de comprimento por 0,4 mm de largura.

Pupa

Existem contradições no uso do termo pupa, porque nesse estado o indivíduo se alimenta e a transformação não ocorre. A pupa ou Ninfa,  apresenta fortes ondulações, o que se assemelha a tampa acústica de uma guitarra. A cor é mais opaca que a adquirida nos estágios larvais, podendo observar os olhos vermelhos compostos. A estrutura pupal será diferente dependendo da planta hospedeira. O adulto deixa o “berçário” através de uma incisão feita na forma de T.

Adulto

Sua cor é  amarelo-enxofre e tem olhos vermelho-pretos escuros. Mede 0,9 a 1 mm de comprimento e 0,32 mm de largura. O comprimento de suas antenas é de 0,29 mm. Os machos só podem ser diferenciados das fêmeas estudando sua genitália. Bemisia tabaci coloca suas asas como um ‘teto’ em seu abdômen, formando um ângulo aproximado de 45º com o plano da superfície da folha. Essa maneira de dobrar as asas serve para diferenciá-la das outras espécies de mosca-branca (Trialeurodes vaporariorum) que as posicionam mais horizontalmente.

Controle de moscas brancas no jardim

Normalmente as moscas brancas se tornam um problema quando seus predadores naturais, como joaninhas, não estão presentes na área. Isso pode acontecer por várias razões, desde o uso de pesticidas até o mau tempo.

Controlar moscas-brancas no jardim se torna difícil sem a ajuda de seus predadores naturais; portanto, é importante garantir que a área seja boa para seus predadores. Os predadores da mosca branca incluem:

  • joaninhas
  • crisopídeos
  • Anthocoridae

Usar esses insetos benéficos é a melhor maneira de eliminar as moscas-brancas.Você também pode tentar pulverizar a planta afetada com um jato de água levemente pressurizado. Isso derrubará os insetos da planta e reduzirá, mas não eliminará seu número.

mosca branca

Além disso, para plantas ornamentais e vegetais, os problemas e os danos da mosca-branca podem ser reduzidos se as plantas forem mantidas o mais saudáveis possível, o que significa que você precisa alimentar e regar as plantas regularmente.

Você também pode tentar controlar as moscas-brancas no jardim usando superfícies reflexivas, como papel alumínio ou CDs velhos, ao redor das plantas. Isso pode ter um efeito repelente nas moscas-brancas e pode mantê-las afastadas da planta. Como alternativa, você pode tentar fita adesiva, o que ajudará a eliminar a população atual de moscas-brancas em suas plantas e a impedir que ponham mais ovos.

Não use inseticidas como forma de matar moscas brancas. Eles são resistentes à maioria dos inseticidas e você só piorará o problema matando seus inimigos naturais. Dito isto, o óleo de Neem pode ser eficaz contra essas pragas e geralmente é considerado seguro.


Medidas preventivas e culturais

  • Nas estufas, coloque malhas nas aberturas laterais, zênites e portas, e monitore e controle o estado delas, especialmente aquelas que coincidem com a direção dos ventos predominantes.
  • Verifique se não há rompimento nos plásticos.
  • Eliminar as ervas daninhas e os restos das colheitas, pois eles podem atuar como um reservatório de pragas.
  • Use material vegetal saudável de viveiros ou mudas autorizadas. O comprovante fitossanitário deve ser guardado por um ano.
  • Use armadilhas cromotrópicas adesivas amarelas desde o início da colheita.
  • Não associe colheitas no mesmo terreno.
  • Não deixe (abandone) as colheitas no final do ciclo.
  • Em estufas, coloque entradas de porta dupla ou porta e malha de densidade igual ao exterior (mínimo de 10×20 fios / cm2).
  • Distanciar por  tempo a realização da nova plantação.
  • Adubar de maneira equilibrada para evitar excesso de vigor da planta. Evite o excesso de fertilizante nitrogenado.
  • Realizar rotações de cultivo.
  • Se você deseja aplicar esterco, verifique se está bem fermentado e livre de pragas.
  • Favorecer a proliferação de populações de insetos auxiliares, racionalizando o uso de produtos fitossanitários.
  • Realize poda de limpeza periódicamente.
  • Retarde a poda ao máximo possível e execute-a em tempo seco.
Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.