Como Plantar e cuidar da Lavanda

0

COMO PLANTAR, PRODUZIR E CUIDAR DAS LAVANDAS

Lavanda é uma planta perene espessa e perfumada do Mediterrâneo. Na maioria das regiões, a folhagem cinza a verde permanece perene ao longo do ano.

Nos jardins compõem maciços, bordaduras ou pequenas cercas-vivas. Tanto podem estar presentes em canteiros de ervas, como desenvolvem-se muito bem em vasos e jardineiras.

Valorizada por sua fragrância, propriedades medicinais e cor bonita, a lavanda é uma planta valorizada em todo o mundo. Também atrai polinizadores para o jardim tipo as borboletas. 

  • Nome Científico: Lavandula sp
  • Nomes Populares: Lavanda, Alfazema.
  • Família: Lamiaceae
  • Categoria: Ervas Condimentares, Flores Perenes, Medicinais, Plantas Hortícolas
  • Origem: África, Ásia, Europa, Índia.

Veja como plantar e cultivar lavanda no seu jardim!

campo de lavanda com criança passeando

Plantando a Lavanda

A melhor época para plantar a lavanda é  na primavera quando o solo está se aquecendo. Se plantar no outono, use plantas maiores para garantir a sobrevivência durante o inverno.

Plante as lavanda de 60 a 90 cm de distância uma da outra. As plantas geralmente atingem entre 30 a 90cm  de altura. Ela prospera em qualquer solo pobre ou moderadamente fértil.

Se você tiver solo pesado ou argiloso, adicione um pouco de matéria orgânica para melhorar a drenagem. Saiba mais sobre como melhorar um solo e prepara-lo para o plantio AQUI. 

Mantenha a lavanda longe de áreas molhadas e úmidas.

Solo–  Solo pH neutro. A lavanda não é muito exigente quanto ao solo, mas, este precisa ser muito bem drenado e receber isolação direta. Prefere terra areada e se adapta melhor na região sudeste do Brasil. As adubações devem ser ricas em fósforo para estimular a floração. 

Clima – Suporta bem o frio mediterrâneo ou subtropical e as geadas. Sobrevive razoavelmente na seca. Algumas espécies e variedades toleram bem o calor tropical.

Cuidados com a lavanda

Espalhe palha ou folhas secas (pedra ou cascalho funciona bem também) para manter as ervas daninhas controladas.

Regue uma ou duas vezes por semana após o plantio até que as plantas fiquem adaptadas. Regue as plantas maduras a cada duas ou três semanas até que as gemas se formem e uma ou duas vezes por semana até a colheita.

Em áreas frias, cubra o solo das plantas com uma camada de ramos verdes ou palha.

Em áreas frias, se estão dentro de casa durante o inverno, coloque o vaso em uma janela virada para o sul com a maior quantidade de luz possível.

Podar plantas na primavera quando as folhas verdes começam a emergir da base da planta. Remova aproximadamente um terço do topo.

 Podas– Para que adquira mais força, poda deve ser feita  três dedos acima da bifurcação de cada talo. A melhor época para podar é o outono. Se desejar mantê-la baixa é só cortar conforme o gosto de cada pessoa,mas elas podem crescer em forma de arbustos de cerca de 1 metro a 1 metro e meio de altura. Com uma  adubação correta e colocação de substratos na  primavera, rebrotará  com força total.

Reprodução/multiplicação da Lavanda

Multiplica-se por divisão da planta, estaquia ou por sementes.

Pragas / doenças

  • Doenças fúngicas, em climas úmidos
  • Podridão radicular devido ao excesso de água

Talvez possa te interessar:  Como fazer sais de banho de lavanda 

Colheita / Armazenamento

  • Colher as hastes de lavanda quando metade dos botões de flores se abriram ( aproximadamente).
  • Colher nas primeiras horas da manhã, quando os óleos são os mais concentrados.
  • Corte as hastes o mais longo possível. Juntar em maços e prendê-los com elásticos ou barbantes.
  • Seque os maços de lavanda em um local fresco e escuro, onde haja boa circulação de ar.
  • Use sua lavanda seca para fazer saquinhos de lavanda ou várias outras ideias – um lindo presente!

Veja AQUI, como colher e secar as lindas flores de lavandas e fazer lindos bouquet  deliciosamente perfumados. Com video!

maços de lavandas

Curiosidades das Lavandas 

Na Medicina seu agente ativo que é o óleo essencial, é usado para: insônia, ansiedade, nervosismo, dor muscular, acne, e inflamações na pele. Possui propriedades: analgésica, sedativa, anti-inflamatória, antisséptica, relaxante e calmante. São utilizados todas as suas partes:  folhas, flores, e caule.

Vem do grupo de plantas floríferas, herbáceas ou subarbustivas. São anuais ou perenes. As espécies mais cultivadas são a lavanda-inglesa (L. angustifoliaou L. officinalis), a francesa (L. x intermedia) e a espanhola (L. stoechas). Esta última, assim como L. dentata, e L. multifid são muito utilizadas no paisagismo. A inglesa e a francesa são mais utilizadas na área medicinal e na extração de óleo essencial usado na perfumaria.

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.