Cultivar mais plantas a partir de estacas – Fácil e Rápido

0

Passos para cultivar mais plantas a partir de estacas

As plantas são organismos incríveis. você pode tirar pedaços de uma planta existente e usar esses pedaços como as mudas para cultivar uma nova planta. Isso porque cada célula tem a capacidade de duplicar todas as partes e processos de toda a planta. Mas isso só acontece quando os hormônios vegetais certos são acionados nas condições certas.

Este método de reprodução assexuada é conhecido como propagação e é feito usando um corte de caule, folha ou raiz.

propagar por folha , caule e raiz

Cultivar novas plantas a partir de mudas de estacas é uma prática incrivelmente popular usada por floriculturas e viveiros que vendem por atacado.

Quando as plantas são cultivadas a partir de estacas, a nova planta é um clone exato da planta-mãe usada, garantindo que a cor da flor e outras características físicas sejam idênticas. Uma única planta pode produzir muitas novas plantas através da propagação assexuada.

Não são apenas estufas ou viveiros que podem usar essa técnica, é um processo simples que qualquer pessoa também pode fazer seguindo estas etapas básicas.

1 – Qual método funciona melhor para o seu tipo de planta

Três partes da planta são adequadas para estacas: caules, folhas e raízes.

  1. Use estacas de caule para plantas lenhosas, flores ornamentais e plantas tipicas de interior.
  2. Use estacas de folhas principalmente para plantas tipicas de interior ( suculentas) e algumas poucas plantas lenhosas.
  3. Use estacas de raiz para framboesas, amoras, rosas e videras de trombetas.

Determine qual método é melhor para a planta que você deseja propagar e exatamente quais partes da planta você precisa remover.

2 – Ferramentas de poda sempre limpas

Limpe todas as ferramentas de corte / poda que estiver usando com uma solução diluída de alvejante ou álcool isopropílico. Isso evita que a sujeira e possíveis doenças de plantas prejudiciais entrem nas feridas abertas feitas durante a colheita das mudas.

3 –  Preparação dos recipientes 

Lave e esfregue minuciosamente todos os recipientes que estiver usando para colocar as mudas. Isso garante que eles não tenham acúmulo de sal de aplicações anteriores de fertilizantes, estejam livres de pragas de insetos e não abriguem quaisquer doenças ou esporos de fungos.

4 – Use a “terra” certa nos recipientes

O meio de propagação é composto de componentes que fornecem ótimas características de aeração, drenagem e retenção de umidade. É um pouco diferente da mistura de vasos formulada para cultivar plantas definitivamente.

Um bom meio de propagação é uma mistura de coco ou turfa, com vermiculita, perlita ou areia para aumentar a drenagem e a aeração. Nunca use o solo do jardim. Ele retém muita água e é compacta, aumentando as chances das estacas apodrecerem antes do enraizamento.

5 – Comece com uma planta mãe saudável

Uma planta mãe saudável não apenas gera “bebês” saudáveis, mas é mais rápida do que uma planta estressada. Escolha mudas de plantas livres de doenças, que não apresentem infestações por insetos e que não apresentem sinais de deficiências nutricionais.

6 – Faça as mudas pela manhã

O tecido vegetal tem mais água dentro de sua célula pela manhã, tornando-o o melhor momento para fazer cortes de folhas ou caules.

7 – Não faça estacas com flores ou brotes de flores

Quando um corte tem flores ou brotes de flores no caule, as células são programadas para concentrar sua energia e recursos na floração, em vez de cultivar novas raízes. Selecione pedaços de caule ou folhas sem flores para incentivar o enraizamento.

8 – Faça mais estacas do que você precisa

Provavelmente, nem todas as estacas que você está tentando enraizar , sobreviverão e crescerão em novas plantas. Comece pegando mais algumas estacas a mais do que o número final de plantas que você espera alcançar. isso pode garantir sucesso, caso algumas pereçam.


9 – Mantenha as estacas úmidas até que possam ser plantadas

É importante plantar as estacas o mais rápido possível após removê-las da planta mãe. Ao fazer as estacas, enrole a extremidade cortada em uma toalha de papel umedecida até terminar de preparar o recipiente onde vai colocá-la.

10 – Mergulhe no hormônio de enraizamento

Os hormônios de enraizamento contêm auxinas, o hormônio vegetal responsável pelo crescimento e desenvolvimento das raízes.

Mergulhar a extremidade cortada do caule ou folha no hormônio de enraizamento antes do plantio, incentiva as células a  criar novas raízes, aumentando a chance de propagação bem-sucedida.

Como fazer hormônio de enraizamento caseiro com Salgueiro 

9 poderosos hormônios naturais para enraizamento – Enraizador caseiro 

Enraizador Natural de Plantas Líquido + poderoso de todos 

Enraizador em pó – Fácil e rápido de fazer 

11 – Cuidado ao Plantar 

Use o dedo ou um pauzinho para fazer um pequeno furo na mistura de propagação. Adicione o corte suavemente e  preencha com a mistura em torno dele, preenchendo o orifício.

fazer o furo na mistra com o dedo ou um pauzinho é muito importante porque  evita que o hormônio de enraizamento se espalhe pela terra e não na ponta da estaca onde deve estar.

12 – Retire excesso de Folhas 

Mantenha algumas folhas no caule das estacas para permitir a fotossíntese, um processo em que a luz solar, a água e o dióxido de carbono se combinam para criar glicose para os alimentos. Cortar as folhas até cerca da metade do tamanho original permite continuar a fotossintezi, mas reduz a umidade perdida pela transpiração.

13 – Local Adequado

Mantenha os recipientes em um local entre 29 a 25 graus e que receba luz solar indireta. Mantenha a umidade alta, cobrindo os recipientes com plástico transparente para impedir que o tecido da planta seque até que as raízes se formem.

Faça furos no plástico para que entre o ar.

14 – Resultados

Cada planta tem suas características, suas dificuldades e facilidades. Algumas são muito rápidas e outras demoram mais. Até aqui você aprendeu á diferenciar o método certo de fazer estacas de cada tipo de planta e como preparar , cuidar e enraizar.

O próximo passo é pesquisar sobre sua planta em espécifico, saber e aplicar o que cada uma exige. Abaixo deixo alguns exemplos que você pode pesquisar neste site.

Como reproduzir suculentas com sucesso 

5 Flores e plantas fáceis de reproduzir com ESTACAS

Como Propagar estacas de poinsétia – Flor de Natal 

Como reproduzir hortênsia Fácil 

Share.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.